CBN - Podcast

Análise das novidades dos cenários econômicos brasileiro e mundial. De segunda a sexta.
  1. Crescimento só vai deslanchar quando os investimentos voltarem

    Para que aconteça, o cenário depende do ajuste das contas públicas. Indicadores mostram que o país saiu do buraco e está em recuperação, mas longe de repor tudo o que perdeu durante a recessão.
  2. Após governo anunciar déficit maior, destino de verbas públicas será definido pelo Congresso

    Ao redefinir a meta fiscal, o governo do presidente Michel Temer possibilita gastos em áreas como saúde, educação e segurança. Mas quem definirá para onde vão os recursos serão os parlamentares. Senado e Câmara, no entanto, estão expostos a pressões de corporações, como a dos funcionários públicos.
  3. Situação das contas públicas é dramática e pode levar o país a um desastre

    Se o governo não criar medidas para controlar o déficit, voltaremos a conviver com inflação, recessão e juros altos. Ter uma dívida deste tamanho é algo muito grave.
  4. Nova meta fiscal vai deixar funcionalismo público sem reajuste de salário

    Categoria ainda será afetada pela reoneração da folha e pelo aumento da alíquota da contribuição previdenciária. Programa anunciado pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles, que estabeleceu a nova meta fiscal, prevê ainda aumento de impostos.
  5. Déficit público parou de piorar, mas governo deve indicar caminhos

    A demora para divulgar o valor do rombo se deve aos cálculos feitos pela equipe econômica para descobrir receitas e juntar os trocados. A nova meta de déficit deve ser de R$ 159 bilhões.